sexta-feira, 14 de outubro de 2011

STJD prejudica o Paysandu

Vai haver o jogo entre Paysandu e CRB? Ninguém sabe, talvez nem a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). É provável que sim, já que a decisão do pleno do STJD que ontem excluiu o Rio Branco da Série C (e o rebaixou para a Série D, em 2012) não altera o fato que as duas equipes têm que se enfrentar em Belém, seja qual for a combinação que venha para o Grupo E, com ou sem a inclusão do Luverdense, clube que pleiteia a vaga aberta pela saída do time acriano. O departamento técnico da CBF ficou de se pronunciar hoje e definir o restante da competição.

Ontem, por volta das 14h30, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou o recurso do Rio Branco de ser mantido como participante da Série C. O apelo feito pelos advogados do Estrelão não foi capaz de comover o relator Flávio Zveiter e nenhum dos outros auditores, com exceção do presidente Rubens Approbatto. Como resultado final, o clube acriano acabou excluído da competição por cinco votos a um, pela infração ao artigo 231 do Código Brasileiro de Justiça (CBJD).

O artigo em questão fala em 'pleitear, antes de esgotadas todas as instâncias da Justiça Desportiva, matéria referente à disciplina e competições perante o Poder Judiciário, ou beneficiar-se de medidas obtidas pelos mesmos meios por terceiro'. O Rio Branco estava impedido de utilizar a Arena da Floresta, mas acionou a Justiça Comum, juntamente com a Federação de Futebol do Estado do Acre (FFAC) para recorrer da decisão da Procuradoria de Defesa do Consumidor do Estado, que havia interditado estádio.

Fonte: O Liberal

Nenhum comentário:

Postar um comentário